Câmara Municipal retoma sessões e trabalho presencial em Franca dia 22

Segundo vereadores, serão tomados os cuidados necessários para evitar o risco de contágio pela covid-19

Postado em: em Política

Em uma reunião realizada na tarde desta terça-feira, 14, os vereadores da Câmara Municipal de Franca discutiram a pandemia do novo coronavírus na cidade. 

Os parlamentares decidiram que tanto o trabalho presencial dos servidores quanto as sessões ordinárias serão retomadas na quarta-feira da semana que vem, 22. 

A próxima sessão será realizada na quarta em virtude do feriado nacional de Tiradentes na terça-feira, 21.  

“Prosseguiremos os trabalhos com as restrições de sempre, evitando aglomerações e tomando todos os cuidados. Continuaremos a realizar as sessões sem público, por exemplo”, disse o presidente da Casa de Leis, o vereador Pastor Palamoni (PSD).

Um Ato da Mesa deverá ser publicado nos próximos dias para oficializar as medidas (veja o que a Câmara já está fazendo nos links: https://franca.sp.leg.br/noticias/2020/04/camara-prorroga-home-office-para-conter-coronavirus e https://franca.sp.leg.br/noticias/2020/03/camara-restringe-acesso-a-sessoes-para-combater-coronavirus).

O chefe do Poder Legislativo local também informou que, na próxima sexta-feira, 17, às 14h, será realizada um encontro com o secretário municipal de Saúde, José Conrado Netto, e a secretária municipal de Ação Social, Eliete Neves, com o objetivo de levantar ideias sobre o que as autoridades – incluindo os vereadores – poderão contribuir para amenizar a crise do coronavírus. 

O evento será transmitido pelas contas oficiais da Câmara no Youtube (https://www.youtube.com/c/C%C3%A2maraMunicipaldeFranca1948) e Facebook (https://www.facebook.com/camaradefranca/).

“Apesar de estar com as portas fechadas, a Câmara continua em atividade. Alguns funcionários estão trabalhando em sistema de revezamento, e aqueles que não podem trabalhar presencialmente continuarão a fazer o teletrabalho (home office)”, esclareceu Palamoni.

Fundo emergencial

O presidente também se pronunciou a respeito de um ofício protocolado na segunda-feira, 13, pelo presidente do grupo Udecif (União de Defesa da Cidadania de Franca), Sidney Elias. 

O documento solicita a criação de um fundo emergencial para combater a pandemia, que seria criado por meio da redução dos salários dos vereadores em 30%, pelo prazo inicial de 90 dias. 

O fundo teria a destinação específica para aquisição de EPIs (equipamentos de proteção individual) aos profissionais de saúde.

“Como iremos retomar as sessões da Câmara, o ofício será lido durante o Expediente (período matutino) e depois será debatido juntamente com os vereadores”, afirmou Palamoni. Confira o ofício na íntegra aqui: https://sgl.franca.sp.leg.br/attachment/?id=88094.

(Comunicação Institucional Câmara)


Artigos Relacionados