Calor intenso: como evitar esgotamento mental, dor de cabeça e desidratação

A previsão é de que a onda de calor chegue ao ápice entre quarta e sexta-feira desta semana

Postado em: em Cotidiano

O Brasil deverá passar por uma onda de calor histórica nos próximos dias. 

De acordo com o MetSul Meteorologia, nosso país enfrentará temperaturas até 30°C acima da média, podendo chegar a 45ºC em algumas cidades. 

A razão do fenômeno é a formação de uma grande bolha de ar quente. E, ainda, a situação fica mais crítica com a baixa umidade e o período de estiagem que atingem a região central.

As projeções dos meteorologistas apontam para recordes absolutos de temperatura. A cidade de São Paulo, por exemplo, poderá atingir a máxima de 39ºC, enquanto o interior do estado deve chegar a 45ºC. 

Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais também estão entre os locais mais atingidos pela onda de calor.

Como consequência, o evento oferece sérios riscos à saúde e ao meio ambiente. É fundamental se proteger contra a desidratação, esgotamento e vertigens provocados pelo calor extremo. 

Veja, a seguir, alguns cuidados para adotar na próxima semana!

Medidas para se proteger da onda de calor​

- Consuma, pelo menos, dois litros de água diariamente. A recomendação é ingerir o líquido aos poucos, ao longo do dia, antes da sede aparecer.

- Se possível, evite a exposição direta ao sol, especialmente entre as 11h e 16h – quando o calor está mais intenso.

- Utilize protetor solar, mesmo para ficar em casa. O ideal é optar por produtos com FPS acima de 50. A sua pele agradecerá no futuro.

- Aposte em barreiras físicas contra o sol, como bonés, chapéus e óculos escuros. O uso desses acessórios é indispensável no caso das crianças pequenas.

- Prefira roupas leves e de cor clara. Algodão e malha, por exemplo, são materiais que absorvem a transpiração. Enquanto isso, os tecidos sintéticos atrapalham a evaporação do suor. Isso também vale para as roupas escuras, que absorvem mais o calor por não refletirem a luz solar.

- Procure estar sempre em locais ventilados. Também é importante garantir que a casa receba ar e brisa natural ao longo do dia para uma noite mais fresquinha.

- Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes. Alimentos como chá e leite quente devem ser evitados, especialmente na hora de dormir.

- Diminua os esforços físicos e procure descansar entre um exercício e outro, de preferência em locais com sombra.

- Para evitar o ressecamento, lave as narinas com soro fisiológico várias vezes ao dia e, se possível, ligue o umidificador.

A previsão é de que a onda de calor chegue ao ápice entre quarta e sexta-feira desta semana. 

Lembre-se de se cuidar e oferecer ajuda aos mais vulneráveis ao sintomas, como crianças, idosos, obesos e pessoas com doenças crônicas. Proteja-se!

*Informações Alto Astral


Artigos Relacionados