Incidente no aviao

Postado em: - Atualizado em:

Um dia me aconteceu uma coisa engraçada a bordo de um avião.
No momento do embarque, quando eu ja estava bem acomodada na minha poltrona, no corredor, uma passageira engarranchou o vestido de renda no botão do bolso traseiro da aeromoça. O vestido era curto e justo, com pouca elasticidade, de modo que o "grude" era grande. As duas se cruzaram no corredor, uma em direção ao fundo do avião e a outra em direcão contraria, e assim ficaram de tal forma coladas que mal podiam se mexer.

Muitos passageiros ainda estavam embarcando, e logo se formou uma fila enorme de gente descontente e aflita atraz das duas, que sem querer obstruiam a passagem das pessoas... elas tentavam de todo jeito se desvencilhar uma da outra mas estava dificil. 

Como meu assento era bem ao lado, tentei ajuda-las e desemaranhar as linhas, mas quê... mais facil um leigo fazer uma cirurgia que separar as duas!!

E o povo atras delas, se acumulando, nervosismo aumentando, a maioria sem entender o que estava acontecendo, doidos pra acomodar a bagagem e sentar tranquilos nos seus lugares...

A aeromoça certa hora surpreendentemente pediu: alguém tem uma faca aí? Todo mundo riu.. e se alguém tinha, nao se apresentou! 

Quando concluíram que nada daria jeito,  as duas foram se deslocando, lenta e desajeitadamente, grudadas e aos pulinhos para o fundo do aviao, lembrando aquelas irmãs siamesas que a gente nunca viu, mas ouviu falar....

De repente surgiu na "platéia" uma minúscula tesoura de plástico que apesar de delicada e frágil finalmente colocou um fim na historia e acabou com a esperança dos moços de ver as coxas da passageira! 

O pior de tudo foi a aeromoça, que,  ao invés de agradecer a gentileza, procurou a dona da tesoura e deu voz de prisão... "You are under arrested"! 

Será mesmo? Claro que não.

rs rs rs 
(mas tesoura é tesoura e é proibida em aviao! )


Ano novo, vida velha...

Postado em:

Primeira segunda feira do Ano de 2017 nos lugares onde se adota o Calendário Gregoriano (Ocidente). 

Estive lendo sobre marcação de tempo, Calendários... coisa bem complicada essa. Em geral eles se baseiam nos ciclos do Sol e/ou da Lua, que são os objetos celestes que mais chamam a atenção do homem. Existem algumas exceções como o Calendário dos Maias (2.000 a 1.500 AC) que além da Lua e do Sol, baseava-se também no planeta Vênus.  

Existem indícios que em eras pré-históricas,  já se preocupavam em contar o tempo de alguma maneira; e isso parece ser uma necessidade do homem, tanto como uma forma de orientação no tempo, organização de tarefas, como psicológicamente. Manter-se em um local onde não seja possível diferenciar dias e noites é insano.

Na Europa, há 20.000 anos, caçadores riscavam traços em pedaços de ossos e madeira, possivelmente contando os dias entre fases da Lua. Há 5.000 anos, os Sumérios tinham um Calendário bem parecido com o nosso, com um ano dividido em 12 meses de 30 dias, o dia em 12 períodos e cada um desses períodos em 30 partes. Há 4.000 anos, na Babilônia, havia um calendário com um ano de 12 meses lunares que se  alternavam em 29 e 30 dias, num total de 354 dias. Os egípcios também fizeram um calendário baseado nos ciclos lunares, mas depois notaram que quando o Sol se aproximava da "Estrela do Cão" (Sírius), estava próximo do Nilo inundar -  isso acontecia em ciclos de 365 dias. Com base nesse conhecimento eles fizeram um Calendário com um ano de 365 dias, possivelmente inaugurado em 4.236 AC. Essa é a primeira data registrada na história. Quando Cabral chegou ao Brasil,  nossos índios mediam o tempo pelos ciclos lunares.  

Mas o que muda realmente de um ano a outro?

Nada muda, exceto o ciclo que recomeça... de maneira mais ou menos previsível em cada regiao. A natureza tem suas surpresas, principalmente com a ação do homem, mas de maneira geral podemos dizer que tudo continua em seu devido lugar a seu devido tempo.

Mas cada um de nós pode e deve, psicologicamente, aproveitar esse recomeço de ciclo, para também fazer um recomeço, realizando alguns arranjos no cotidiano, mudanças de atitude em diversos setores, de forma a melhorar a qualidade de vida e ter melhor aproveitamento do tempo. Porque nosso tempo aqui é finito. Temos que aproveita-lo da melhor maneira possível!

Agora é a hora!



Sociedade distraida...

Postado em:

Nunca tive muito interesse em política. Provavelmente a maioria dos brasileiros também não... 

Seguíamos todos nossa vida pessoal, alheios aos acontecimentos governamentais, correndo atrás do dinheiro honesto e suado da labuta diária, pagando sempre em dia os encargos, taxas e impostos cada dia maiores para cobrir os rombos da má administração.

De repente, a crise, as denuncias de corrupção, a Lava-Jato, a queda de tantos políticos e empresários de grande sucesso e fama.

O país acordou.

Hoje em conversa com uma amiga mais entendida do assunto eu perguntava sobre o Renan... e lembrava - " antigamente ninguém prestava atenção ao que acontecia no Congresso, faziam o que queriam e a gente não tomava conhecimento. Agora o povo tá de olho..."

E ela : "pois é! Todo mundo estufava o peito e dizia - eu não gosto de política! Faziam o que queriam porque ninguém prestava atenção. Uma Sociedade distraída é igual "marido distraído": Leva chifre .. "


Como surgiu a abóbora iluminada no Halloween?

Postado em:

A vela na abóbora provavelmente tem sua origem no folclore irlandês.

Um homem chamado Jack, um alcoólatra grosseiro, em um dia 31 de Outubro bebeu excessivamente e o diabo veio levar sua alma. Desesperado, Jack implora por mais um copo de bebida e o diabo concede.
Jack estava sem dinheiro para o último trago e pede ao Diabo que se transformasse em uma moeda. O Diabo concorda.
Mal vê a moeda sobre a mesa, Jack guarda-a na carteira, que tem um fecho em forma de cruz.
Desesperado, o Diabo implora para sair e Jack propõe um trato: libertá-lo em troca de ficar na Terra por mais um ano inteiro.
Sem opção, o Diabo concorda.
Feliz com a oportunidade, Jack resolve mudar seu modo de agir e começa a tratar bem a esposa e os filhos, vai à igreja e faz até caridade.
Mas a mudança não dura muito tempo, não.

No próximo ano, na noite de 31 de outubro, Jack está indo para casa quando o Diabo aparece. Jack, esperto como sempre, convence o diabo a pegar uma maçã de uma árvore.
O diabo aceita e quando sobe no primeiro galho, Jack pega um canivete em seu bolso e desenha uma cruz no tronco.
O diabo promete partir por mais dez anos.
Sem aceitar a proposta, Jack ordena que o diabo nunca mais o aborreça.
O diabo aceita e Jack o liberta da árvore.
Para seu azar, um ano mais tarde, Jack morre, e em seguida tenta entrar no céu, mas sua entrada é negada.
Sem alternativa, vai para o inferno.

Chegando lá, encontra o diabo, o qual ainda desconfiado e se sentindo humilhado, também não permite sua entrada, e como castigo, o diabo joga uma brasa para que Jack possa iluminar seu caminho pelo limbo. Jack põe a brasa dentro de um nabo para que dure mais tempo e sai perambulando.
Devido à esse acontecimento, sua alma penada passa a ser conhecida como Jack O'Lantern (Jack da Lanterna).
Os nabos na Irlanda eram usados como "lanternas do Jack" originalmente, mas quando os imigrantes vieram para a América, eles descobriram que as abóboras eram muito mais abundantes que nabos.
Então começaram à utilizar abóboras iluminadas com uma brasa por dentro ao invés de nabos.

Por isso a tradição de se fazer caricaturas em abóboras e iluminá-las por dentro com uma vela na época de Halloween.

Segundo a lenda, quem presta atenção e consegue ver uma pequena luz fraca na noite de 31 de outubro, é porque conseguiu ver a passagem de Jack procurando uma saída do limbo em que está preso.

Dia das bruxas...

Postado em: - Atualizado em:

​Hoje, 31 de Outubro é o dia mundialmente conhecido como Halloween, dia das bruxas, festa típica dos países anglo-saxônicos, como Canadá, Reino Unido, Irlanda e Estados Unidos.

Segundo várias lendas, as bruxas se reuniam duas vezes por ano durante a mudança das estações: no dia 30 de abril e no dia 31 de outubro, chegando em vassouras voadoras para uma festa chefiada pelo próprio Diabo. Jogavam maldições e feitiços em qualquer pessoa, transformando-se em várias coisas e causando todo tipo de transtorno. 

A crença em bruxas chegou aos Estados Unidos com os primeiros colonizadores. Lá, elas se misturaram com as histórias contadas pelos índios norte-americanos e mais tarde com as crenças na magia negra trazidas pelos escravos africanos.

O gato preto é constantemente associado às bruxas. Há lendas que citam que as bruxas podem transformar-se em gatos e outras que dizem que os gatos são, na realidade, espíritos de pessoas mortas.

O dia das bruxas se infiltrou em nossas comemorações de forma tímida, pode ser vista em escolas de inglês, clubes, casas noturnas e shoppings de várias cidades, mas não adquire força expressiva, já que nem o folclore local é efetivamente comemorado.

Votos brancos e nulos...

Postado em:

Voto BRANCO

Antigamente para votar em branco bastava não assinalar a cédula de votação, deixando-a em branco. Com isso, o eleitor sinalizava que nenhum dos candidatos merecia seu voto. Era tido como um voto de conformismo, no qual o eleitor se mostrava satisfeito com o candidato que vencesse as eleições

Ate 1988 o voto branco era considerado válido e era contabilizado para o candidato vencedor, elevando os números com que ele havia sido eleito. A partir da Constituição de 1988 (atual), a Lei eleitoral mudou e determinou-se que os votos em branco não seriam mais contabilizados para nenhum candidato.

Voto NULO

Antigamente, antes do advento da urna eletrônica, o voto nulo era aquele em que o eleitor insatisfeito, de alguma maneira rasurasse a cédula eleitoral (papel). Era comum as pessoas deixarem recados, xingamentos, rabiscos ou votar em mais de um candidato. 

Com a urna eletrônica continuou possível anular o voto - digitando um número de candidato inexistente, como por exemplo, “00” e depois a tecla “confirma”. 

O voto nulo sempre foi considerado um voto de protesto, indicando a insatisfação do eleitor, e ainda hoje continua da mesma forma... 

Os votos nulos não são contabilizados para nenhum candidato.

ANULAÇÃO DE ELEIÇAO

É possível anular uma eleição se a maioria dos votos forem brancos e nulos?

Não, pois são votos não contabilizados ! Então mesmo se 99% dos votos forem nulos e brancos, o 1% de votos válidos determinarão o vencedor do pleito.

O TSE só anula uma eleição quando - " viciada de falsidade, fraude, coação, interferência do poder econômico, desvio ou abuso do poder, de autoridade em desfavor da liberdade do voto, ou emprego de processo de propaganda ou captação de sufrágios vedado por lei.” Ou quando o candidato eleito tem seu mandato cassado ou registro indeferido.

O que é VOTO VÁLIDO?

Apenas os votos nominais e os de legenda, ou seja, votos em branco e nulos são desconsiderados nos cálculos eleitorais, conforme a Constituição. “A contagem dos votos de uma eleição está prevista na Constituição Federal de 1988 que diz: ‘é eleito o candidato que obtiver a maioria dos votos válidos, excluídos os brancos e os nulos'”, explica o TSE.


Lixo eletrônico...

Postado em:

Todas as vezes que abro a Caixa de lixo eletrônico do e-mail, em busca de alguma coisa importante, fico impressionada com a criatividade dos desonestos e desocupados, que tentam de todo jeito ludibriar os " distraídos e desavisados"  com mensagens de todo tipo: avisos de re-emissão de boletos que a gente nem sabe do que, avisos bancários, dos Correios, da Receita e da Policia Federal, de multas de transito, cupom premiado de sorteio que você nunca participou, pedidos de recadastramento em banco que você nem tem conta, e por ai vai...

Por que não usam a imaginação para ganhar dinheiro honestamente?

Há vários meses insistem em me mandar propaganda de um produto que aumenta o pênis... e por mais que eu exclua e ate bloqueie o remetente, la vem outra mensagem com o mesmo produto.

Está passando da hora de criarem algum outro tipo de endereço eletrônico com mais privacidade, segurança e critério... Até lá, vamos sofrendo e perdendo tempo pra esvaziar!


Impeatchment

Postado em: - Atualizado em:

​Mais que um impeachment essa decisão de hoje do Senado Brasileiro é o marco de uma nova era politica para o Brasil! 
O dia de hoje, espero, irá separar a era negra da administração petista, que instaurou uma politica suja de corrupção descarada e conchavos que interessavam apenas aos seus próprios interesses em detrimento dos interesses do país, para dar lugar a outra época, de mais responsabilidade, mais comprometimento e mais honestidade politica!!
Acredito que os futuros parlamentares irão ter mais cuidado com a coisa publica, senão por ideologia, mas também por medo, pois o povo brasileiro os coloca lá... Mas tira também! 

Homem&Mulher

Postado em:

Homens e mulheres costumam ter atitudes muito diferentes em relação a varias coisa, e uma delas é a vaidade. Esse episódio ilustra bem como age cada um...​

O primeiro paciente da manhã veio retirar duas lesões, uma na região malar e outra na pálpebra. Por mais delicada que seja a agulha, pálpebra é uma área de pele muito fina, que sangra com facilidade e deixa hematomas. No caso do paciente, assim que anestesiei, a pele inchou e arroxeou. Expliquei então que iria ficar com o "olho roxo" por alguns dias. Ele perguntou - Quantos? Falei - Depende de cada pessoa, alguns saem rápido, outros demoram. E ele replicou - Minha mulher vai me matar! Vamos ser padrinhos de casamento no sábado! (daqui 5 dias..). Ela bem que me avisou, queria que desmarcasse. Ah... fazer o que? 

A segunda paciente era uma moça, com dois cistos no couro cabeludo. Nem bem deitou na maca e perguntou - Em quantos dias poderei lavar a cabeça? No próximo sábado vou ser madrinha de casamento e preciso arrumar o cabelo...

Aliado de quem?

Postado em: - Atualizado em:

​Um colega pediatra me contou que uma mãe chegou no consultório pra consultar o filho adolescente e pediu:

- Doutor, fala pra ele sobre esse jogo dos Pokemons! (na esperança que ele enumerasse todos os inúmeros malefícios do jogo...). E ele prontamente respondeu:

- Tenho 18!! rs 

Tadinha da mãe..

                          *****************************************************

Pois comigo aconteceu coisa semelhante, há uns 20 anos atrás. Só que a mãe era eu...

Meu filho, na época adolescente, colocou na cabeça que queria furar a orelha e usar brincos de argola. Eu não queria, achava horrível. Fui contar pra minha sogra, na frente do garoto, esperando que ela me apoiasse e assim resolveria aquela historia de uma vez. Ela não "mandava" em nada, mas a avó falando era mais um reforço pra fortalecer a minha opinião.

Pois para a minha grande e triste surpresa ela disse(aos 80 anos):

- Meu avô usava brinco! Eu achava tão bonito! Fura mesmo, vai ficar lindo!

Ferrei! No outro dia já tava de brinco... 

Moral da historia - Antes de recrutar alguém como aliado, pergunte primeiro sua opinião...