Black Friday e Natal devem gerar 400 mil vagas temporárias, diz associação

A estimativa é que 20% desses profissionais sejam efetivados nas empresas

Postado em: em Trabalho

Uma boa notícia em meio à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. 

Segundo a Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTTEM), o último trimestre do ano deve gerar milhares de empregos temporários.

De acordo com a pesquisa, está prevista a criação de pouco mais de 400 mil vagas temporárias por conta do comércio, principalmente por causa da Black Friday e do Natal. A estimativa é que 20% desses profissionais sejam efetivados nas empresas.

Ainda segundo a pesquisa, as contratações temporárias têm aumentado consideravelmente desde setembro, quando uma alta de 42% foi registrada na comparação com o mesmo período de 2019.

O presidente da ASSERTTEM, Marcos Abreu, afirmou que o mês de agosto registrou "a maior quantidade de trabalhadores temporários desde a série histórica iniciada em 2014". "Foram 200 mil só naquele mês".

"Quem comandou essas contratações foram as indústrias alimentícia, farmacêutica e de linha branca. Essas marcas aconteceram neste mês porque a indústria estava sem estoque e com quadro de funcionários reduzidos por causa da pandemia", explicou.

Na última sexta-feira (16), dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados apontaram que a taxa de desemprego no País subiu de 13,7% na terceira semana de setembro para 14,4% na quarta semana do mês, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19).

Em apenas uma semana, houve aumento no número de pessoas buscando emprego, e redução no total de trabalhadores ocupados.

A população desempregada foi estimada em 14 milhões de pessoas na quarta semana de setembro, cerca de 700 mil a mais que o registrado na semana anterior, quando essa população totalizava 13,3 milhões.

*Informações Estadão


Artigos Relacionados