Bauru faz jogo duro, mas é derrotado pelo Guaros de Lara na Liga das Américas

Equipe de Demétrius e seu algoz, da Venezuela, já estavam classificados para a segunda fase do torneio

Postado em: em Basquete

Bauru Basket e Guaros de Lara entraram em quadra para a última partida do Grupo D da Liga das Américas sem nenhuma preocupação. 

Com as duas equipes já classificadas, o duelo valia a liderança da chave, que não dá nenhum privilégio na próxima fase. Melhor para o time venezuelano, que venceu o jogo realizado neste domingo, no Ginásio Panela de Pressão, por 93 a 88.

Depois do “amistoso de luxo”, Bauru e Guaros voltarão a se encontrar na segunda fase da Liga das Américas para uma partida que valerá muito. No dia 10/03, as equipes se enfrentarão pela segunda rodada do Grupo F.

Os argentinos Estudiantes de Concórdia e Regatas Corrientes completam a chave, que levará seus dois melhores colocados para o Final Four da Liga das Américas.

“O Guaros é campeão sul-americano, campeão das Américas e tem a base da seleção venezuelana. Mesmo perdendo, o importante foi nossa classificação e ver que o time evoluiu muito nestes três dias de competição, isso é importante para ganharmos consistência como equipe”, analisou o comandante bauruense Demétrius Ferraciú.

Mesmo sem contar com seus dois principais jogadores, Alex e Hettsheimeir, o time brasileiro fez jogo duro neste domingo, mas acabou derrotado pelo atual bicampeão da Liga das Américas. Assim como na noite anterior, na vitória decisiva sobre o Correcaminos (PAN), os destaques bauruenses neste domingo foram Renan Lenz (21 pontos) e Anthony (19 pontos).

“Hoje (neste domingo) faltou a mesma defesa do jogo contra o Correcaminos (vitória no sábado). Eles (Guaros) têm um time com jogadores de muita qualidade, mas fizemos um jogo equilibrado. Para o próximo encontro que teremos com eles, precisamos melhorar bastante coisa e, principalmente, o aproveitamento de três pontos que não foi bom”, diz Renan.

Quem também teve destaque pelo Bauru no jogo foi o jovem pivô Maikão. Com Hettsheimeir poupado, devido a uma lesão muscular, o jogador de 21 anos ganhou mais tempo de quadra e fez bonito diante do forte time venezuelano: um duplo-duplo de 11 pontos e 11 rebotes.

“O time do Guaros é muito bem estruturado e tem jogadores muito bons. Os pivôs deles são fortes e tivemos dificuldade no jogo. Foi uma boa partida, apesar de não termos vencido”, afirma o pivô.

Outro brasileiro vivo na disputa, o Mogi, está no Grupo E, que será disputado em Buenos Aires (ARG), entre os dias 02 e 04/03. Os rivais do time comandado pelo técnico Guerrinha na segunda fase serão Fuerza Regia (MEX), Ferro Carril (ARG) e o anfitrião San Lorenzo. Assim como no Grupo F, os dois melhores avançam ao Final Four.


Artigos Relacionados