Baixa procura por biometria é registrada no Cartório Eleitoral de Ituverava

Mais de 9 mil eleitores ainda precisam fazer o cadastramento biométrico no município

Postado em: em Cidades

Em Ituverava, a baixa adesão dos eleitores para o cadastramento biométrico tem gerado preocupação ao Cartório Eleitoral. 

Todos os eleitores são obrigados a realizar o cadastro para estarem aptos para participar das eleições do ano que vem, no entanto, mesmo com várias ações de divulgação da biometria obrigatória e das consequências do cancelamento do documento, o número de atendimentos está muito abaixo do esperado. Segundo dados obtidos junto ao Tribunal Superior Eleitoral, em 8 de agosto de 2019, dos 29.877 eleitores de Ituverava, 20.580 já realizaram a biometria, o que corresponde a 68,88%, e 9.297 eleitores ainda precisam regularizar a situação, para não terem o título cancelado.
“Para se ter uma ideia da falta de interesse do eleitor em buscar o serviço, no mês de julho a meta era atender 1.900 eleitores, porém, compareceram apenas 990”, afirma o chefe do Cartório Eleitoral de Ituverava, Luciano de Melo Beneli.

Alerta

Ele alerta que se continuar neste ritmo, provavelmente os eleitores que deixarem para comparecer ao cartório nos meses que antecedem o término do cadastramento, marcado para o dia 19 de dezembro de 2019, enfrentarão grandes filas e, ainda assim, correrão o risco de não serem atendidos, em razão da limitação da capacidade de atendimento.
“Desta forma, fica mais um alerta para o eleitor que ainda não fez a biometria para comparecer o mais rápido possível ao Cartório Eleitoral e regularizar sua situação evitando, desta forma, aborrecimentos decorrentes do cancelamento do documento”, destaca.

Plantões estão sendo realizados uma vez por mês no município

Com o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento ao eleitor e atingir a meta no município, o Cartório Eleitoral de Ituverava, que atendia ao público das 12h às 18h, desde março deste ano ampliou o horário de atendimento, das 9h às 18h30.
Também estão sendo realizados plantões pelo menos um sábado por mês, com horário de atendimento das 8h às 13h. Os próximos plantões estão programados para os dias: 10 de agosto, 21 de setembro, 19 de outubro e 9 de novembro.
Como fazer a biometria
Para fazer a biometria, o eleitor deve comparecer ao Cartório Eleitoral, de segunda a sexta-feira das 09h às 18h30, munido dos seguintes documentos: um documento original (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento ou de Casamento); título eleitoral (se tiver) e um comprovante de residência atual (emitido nos três meses anteriores ao atendimento).
Beneli reforça a importância do cadastramento biométrico paras as próximas eleições. “A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico, disponível no microterminal (utilizado pelo mesário para reconhecimento do eleitor), confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais armazenadas em um banco de dados da Justiça Eleitoral”, explica. “Dentre os benefícios que a biometria oferece à população, o principal é a segurança no exercício do voto, pois um eleitor não consegue votar com o título do outro. Além disso, também dispensa a assinatura no caderno de votação após o voto e a possibilidade de apresentar o título digital (e-título) na tela do celular para votar”, ressalta.

Cancelamento do título

Ainda de acordo com chefe do cartório, o eleitor que não fizer a biometria até o prazo estipulado, 19 de dezembro deste ano, terá o título cancelado, que dentre outras consequências legais, o impedirá de votar nas próximas eleições. “Também fica impedido de obter empréstimos em bancos públicos, renovar matrícula em estabelecimento oficial de ensino, obter passaporte, inscrever-se em concurso público, correr o risco de ter o CPF bloqueado pela Receita Federal, etc.”, completa Luciano de Melo Beneli.

*Por Tribuna de Ituverava


Artigos Relacionados