Ator e diretor Guilherme Leme sobre Lei Rouanet: 'Quem critica quer derrubar o país'

Ele falou durante apresentação de seu novo musical, “Merlin e Arthur – Um Sonho de Liberdade”

Postado em: em Um Toque a +

​O ator Guilherme Leme defendeu a Lei Rouanet, tema bastante discutido e criticado pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL), durante apresentação de seu novo musical, “Merlin e Arthur – Um Sonho de Liberdade” no Teatro Riachuelo, no Centro, no Rio de Janeiro. A peça, que conta com Roltz no papel de Merlin estreou nesta sexta-feira, 15.

Guilherme e Vera se apoiaram para defender o uso do incentivo cultural, e foram enfáticos ao dizer que muitos criticam a lei sem conhecê-la.

“Não tenho nem o que falar sobre quem critica a Lei Rouanet, mas tudo bem, as coisas estão aí para serem mesmo criticadas ou apoiadas. As pessoas precisam aprender o que é a Lei Rouanet e o tanto que ela gera de lucro para o país, o tanto que movimenta a economia, os produtores de teatro sabem bem disso. Geramos um lucro estupendo com cultura. Criticar a Lei Rouanet é querer derrubar o país e a economia do país. As pessoas precisam aprender o que é a lei pra depois falar algo dela”, afirmou o diretor teatral.

“Estamos exportando um modelo de lei”, completou Vera, citando o fato de outros países seguirem o modelo.

Elenco de ‘Merlin’ no Teatro Riachuelo (Foto: Brazil News)

Não é de hoje que Vera Holtz se posiciona sobre os diversos discursos do presidente Jair Bolsonaro. Ela costuma utilizar suas redes sociais para postar imagens e mensagens enigmáticas que claramente colocam seus seguidores para pensar e rebater frases ditas pelo político ou seus apoiadores.

O musical “Merlin e Arthur – Um Sonho de Liberdade” conta ainda com Paulinho Moska “no papel de Arthur e leva ao público canções de Raul Seixas. Vera aparece no espetáculo por meio de uma projeção, misturando linguagens de teatro, cinema e design no palco.


Artigos Relacionados