AQUELE QUE É CONSIDERADO O SÍMBOLO DO ROMANTISMO – HOJE , NO DIA DOS NAMORADOS!

Frederic F. Chopin 01/03/1810, Zelazowa Wola, Polônia 17/10/1849, Paris, França

Postado em: - Atualizado em:

Tuberculoso desde criança, tímido, fraco, indefeso,sempre doente,viu sua exuberante força aparecer na música. É o símbolo do Romantismo.

Ainda adolescente se apaixonou por sua aluna de piano mas quando foi pedir autorização aos pais dela para noivarem, foi-lhe negada porque ele era tuberculoso.

O filme GEORGE & FREDERIC ( 1991)  retrata bem a época do Romantismo e seus excessos. Neste filme aparece seu amigo Liszt, as mulheres, os convescotes e costumes de época.

http://upfilmesonline.com/73558-george-e-frederic-online-gratis-filmes-portugues-hd.html

O filme À noite sonhamos ( 1945)  também  retrata a biografia do compositor.


Chopin foi um compositor POLONÊS que homenageou a Polônia com suas Polonaises. Muito patriota, queria deixar um legado de valorização de sua nação.

Reservado, tímido , introspectivo e tuberculoso, ficava fechado em casa a maior parte do tempo tocando piano e compondo. Algumas de suas músicas retratam este temperamento melancólico e outras retratam o amor ao país.

Os desenhos animados de Walt Disney, especialmente Tom e Jerry tem trilha sonora das Valsas de Chopin e outras composições dele.

Frederico Francisco  ou Frederic François Chopin viveu no sex XIX.

Casa onde Frederic Chopin nasceu na Polônia. Está restaurada, reformada e hoje em dia é o museu com mesmo nome.

POLONAISE MILITAIRE ​

Uma curiosidade sobre Chopin é que pediu para seu coração ser enterrado na Polônia, sua terra natal e seu corpo em Paris onde viveu por muitos anos. Seu desejo foi atendido.

Aurora Dupin, adotou o pseudônimo de George Sand para conseguir vender seus livros. Apaixonou-se por Chopin, foram amantes e ela lhe mostrou a vida, a aventura, a alegria.

Chopin foi um ser humano como qualquer um de nós, encontrou na música sua grande força e motivo para continuar vivendo.


*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.