Apesar de acordo, caminhoneiros de Franca seguem com manifestação

No início da tarde desta segunda-feira, 28, ficou definido novo ponto de mobilização em Ribeirão Corrente

Postado em: em Cotidiano

Caminhoneiros de Franca e das cidades vizinhas permanecem no ponto de mobilização, no Posto Paineirão

​Ao contrário do que vem sendo divulgado pela Associação Brasileira doas Caminhoneiros (Abcam), que afirmou no início da tarde desta segunda-feira, 28 de maio, que entre 70% e 80% dos caminhoneiros que participavam das manifestações pacíficas nas rodovias do país já “levantaram acampamento” nos pontos de obstrução, em Franca e na região nada mudou. Isto é, os caminhoneiros continuam mobilizados, principalmente no Posto Paineirão – onde inclusive têm recebido diariamente o apoio das comunidades de Franca e das cidades vizinhas através de doações de alimentos, refeições, roupas e até cortes de cabelo.

Nesta segunda-feira, 28, alguns cabeleireiros se organizaram e doaram cortes de cabelos aos manifestantes

E, segundo informou um dos manifestantes, a partir desta terça-feira, 29 de maio, outro ponto de manifestação deve se formar em Ribeirão Corrente, reunindo mais profissionais da categoria que não aceitam a proposta apresentada pelo presidente da República, Michel Temer, que anunciou redução de R$ 0,46 no litro do diesel por 60 dias.

Os manifestantes recebem diariamente apoio da comunidade através da doação de alimentos e comidas

O apoio à manifestação pacífica vem de todos os lados

Se não bastasse a adesão de mais caminhoneiros e motoristas de van e ônibus à causa, a manifestação pacífica em Franca também vem registrando cada vez mais o apoio da população, que inclusive na tarde desta segunda-feira, realizou um ato no Terminal de Ônibus Ayrton Senna, no Centro da cidade. Durante toda a ação, a maior parte das lojas manteve suas portas fechadas. 


Artigos Relacionados