Alívio à vista no preço da carne? Valor do arroba do boi cai mais de 10%

Recuo verificado em dezembro deve chegar ao consumidor a partir de janeiro

Postado em: em Economia

Os preços das últimas semanas de 2019 causaram um susto no consumidor, provocado em grande parte por um vilão, a carne bovina

Mas uma boa notícia pode estar a caminho em janeiro: o valor do arroba do boi no campo, que serve como uma prévia do que é praticado no supermercado e nos açougues, encerrou dezembro com uma queda de 10,55% no acumulado do mês. É um recuo que, em tese, deve chegar ao consumidor.

Os dados foram calculados pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), que é parte da Esalq, uma das mais tradicionais escolas de agronomia do país, no interior de São Paulo.

Quais os dados? No último dia 30, o arroba do boi gordo foi negociado a R$ 206,95, segundo o Cepea. Um mês atrás, no fim de novembro, o preço chegou à casa de R$ 230. Na última sexta-feira, 27, caiu abaixo de R$ 200 pela primeira vez em mais de um mês, sinal de que a pressão sobre o boi começa a ceder.

Por que o boi ficou tão caro? 2019 foi o ano em que houve um salto expressivo na demanda pela carne bovina. 

A principal razão foi o aumento das importações pela China, o maior mercado do mundo, que foi afetado por causa de um surto de febre suína que dizimou boa parte do rebanho local. O direcionamento de parte da produção brasileira de carnes para o mercado externo levou a um desequilíbrio na relação de oferta e demanda no país.

Quando os preços das carnes vão começar a cair nos supermercados e nos açougues? Não há uma data oficial, mas deve ser nas próximas semanas. 

Os índices de inflação mais recentes divulgados, que captaram os preços até uma semana antes do Natal, ainda mostraram uma alta perto de 15% nos preços da carne.

*6Minutos


Artigos Relacionados