Agora é certo: proposta de compra do Netshoes pelo Magazine Luiza é aprovada

Mesmo sendo menor que a oferta da Centauro, oferta da rede nascida em Franca conquistou acionistas

Postado em: em Economia

disputa entre Centauro e Magazine Luiza fez ações da varejista dobrarem de valor nos últimos 45 dias  (Netshoes/Divulgação)

​Acabou a novela! Nesta sexta-feira, 14 de junho, os acionistas da varejista de artigos esportivos Netshoes aprovaram por maioria a venda da empresa para a varejista nascida em Franca, Magazine Luiza. 

A proposta do Magazine Luiza de 3,70 dólares por ação, fixando o preço da Netshoes em 115 milhões de dólares, foi aprovada com mais de 90% dos votos depositados.

Agora, o Magazine Luiza assume as operações da Netshoes a partir do próximo dia 19 de junho. Como a compra já havia sido aprovada pelo Cade em maio, não há mais nenhuma pendência para a concretização do negócio.

A concorrente Centauro também estava na briga pela compra da empresa e chegou, inclusive, a fazer uma oferta maior na noite de quinta-feira, 13 de junho. Em mais um contra-ataque, a rival ofereceu 4,10 dólares por ação, num total de 127 milhões de dólares, mas nem essa “tacada” final foi suficiente para convencer os acionistas da Netshoes. Isto porque, a oferta do Magazine Luiza, embora menor, tinha o apoio do conselho de administração da Netshoes, que divulgou nesta semana um comunicado incentivando os acionistas a votarem pela aquisição. O comunicado também apontou que a última oferta da Centauro, ainda que de maior valor, não poderia ser analisada a tempo.

Para garantir a prioridade ao Magalu, o conselho da varejista também havia se comprometido a pagar uma multa de 6 milhões de dólares caso a proposta fosse recusada na assembleia de hoje.

Foi a segunda vez que conselho da Netshoes recomendou aos acionistas que aceitassem a proposta do Magazine Luiza. A primeira ocorreu em 26 de maio, quando a oferta ainda era de 87 milhões de dólares.

As duas recomendações mostram que os conselheiros, declaradamente, pareciam preferir que a Netshoes fosse comprada pelo Magazine Luiza e não pela Centauro, independentemente do preço.

Para além de quem fez a maior oferta, a disputa envolvia questões sobre a sobrevida da Netshoes, que está sabidamente em dificuldades financeiras. A aquisição do Magazine Luiza deve incluir aportes no caixa da Netshoes, mas valores só serão anunciados após o Magalu assumir o controle da operação, a partir da semana que vem.

Como parte da última oferta, a Centauro incluía um empréstimo de 120 milhões de reais à Netshoes como reforço do caixa para capital de giro. O adiantamento tentava dirimir uma dúvida em relação à Centauro. As duas são concorrentes diretas, uma eventual demora na análise da compra pelo Cade, o conselho de defesa da concorrência, poderia deixar a companhia sem caixa para manter suas operações.

*Com a Revista Exame


Artigos Relacionados