Adermis se afasta, Diretor Marcos não assume vaga e cadeira fica "sem dono"

Situação está confusa e gera dúvidas sobre quem assumirá duas cadeiras pelo PSDB de Franca

Postado em: em Política

Com o afastamento do vereador Adermis Marini (PSDB) para a disputa das eleições de deputado federal, deveria assumir uma cadeira na Câmara Municipal de Franca o primeiro suplente de seu partido, Diretor Marcos.

Mas Diretor Marcos não será vereador durante a ausência de Adermis, pois assumiu um importante cargo nesta segunda-feira, de dirigente regional de ensino da Secretaria Estadual da Educação.

Com esta nova situação, o suplente seguinte seria Romeu Bartholomeu, ou Romeu da Emdef, que chegou a assumir cadeira como vereador no mandato anterior. Caso ele não se interesse, o que está praticamente certo, a fila deverá andar mais uma vez.

Na sequência, após Diretor Marcos e Romeu, os suplentes são Daniel Bassi e Éder Brasão. O problema é que ambos também poderão não assumir, em razão do coeficiente eleitoral. Caso isso ocorra, a Justiça Eleitoral terá de fazer novas contas e suplentes de outros partidos podem ser convocados.

E a situação deve ficar ainda mais confusa diante do afastamento previsto de outro vereador do PSDB, Kaká, candidato a deputado estadual pelo partido, que deverá se afastar no início de setembro, a 30 dias das eleições.


Artigos Relacionados