​Adérmis pede convocação da Santa Casa: explicar recusa de atendimento

Desta vez a Santa Casa conseguiu a unanimidade das críticas dos vereadores pela recusa de paciente

Postado em: em Política

Na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (12), a votação do projeto de lei 27/20 que destina R$ 1.367.000,00 para a Santa Casa de Franca atender pacientes com suspeita de Covid-19, gerou discussão e muitas críticas à entidade. 

Os vereadores se posicionaram contra a posição da Santa Casa de Franca que teria recusado o atendimento de uma paciente com suspeita de Covid-19. 

Os vereadores Pastor Otávio (PTB), Correa Neves (PSD) e Della Motta (PODE) fizeram duras críticas à postura da entidade.

"Agora a entidade fará cortes, quais os critérios destes cortes?" questionou o vereador Della Motta. 

O vereador Adérmis Marini (PSDB) também foi na tribuna e pediu a convocação dos responsáveis para esclarecer o fato.

Ele disse que "a Santa Casa precisa ser convocada para esclarecer este fato. Qual o motivo desta recusa de atendimento? Este fato precisa ser esclarecido e temos que investigar", disse Adérmis. 

O vereador Marco Garcia (Cidadania) pediu transparência para a entidade e fez um pedido para que a instituição aguarde para fazer demissões.

"No momento de pandemia, vamos precisar da entidade. Espere para demitir" disse Marco Garcia. 

O presidente da Câmara Sergio Palamoni (PSD) confirmou a convocação do responsável pela Santa Casa para a próxima sessão, dia 19 de maio, às 9 horas.


Artigos Relacionados