​Acessa São Paulo ganha 100 mil novos usuários em serviço de inclusão digital

Ao longo dos 18 anos de funcionamento, programa cadastrou mais de 3,5 milhões de pessoas

Postado em: em Tecnologia

Nos 18 anos de funcionamento, o programa cadastrou mais de 3,5 milhões de usuários e realizou mais de 95 milhões de atendimentos presenciais. A maioria dos postos do AcessaSP funciona em parceria com as prefeituras, que cedem o espaço e o monitor. Ao Estado cabe a instalação dos equipamentos, o mobiliário e o link da internet.

Além dos municipais, existem os postos estaduais, instalados em locais como CPTM, Poupatempo e nos CICs (Centro de Integração da Cidadania), órgãos da Secretaria de Justiça. Nas unidades do Poupatempo, a grande procura é por serviços de governo em meio eletrônico.

“Atualmente, os postos do Acessa atendem principalmente a parcela da população de baixa renda que não possui computador e internet”, informa José Valter da Silva Jr., titular da Coordenadoria de Serviços ao Cidadão, área da Secretaria de Governo responsável pelo programa.

De acordo com os últimos dados do Suplemento de TIC da PNAD Contínua, do IBGE (divulgada em 21/02/2018), 19,6% de domicílios do Estado não utilizam internet e, desse universo, 5,3% não o fazem por considerar o serviço caro.

Para a monitora do Acessa SP de Ilha Solteira, Ana Luiza de Souza, fazer parte do Programa é se sentir como uma agente transformadora de vidas. “Eu enxergo o projeto como um serviço essencial para a comunidade. Percebo o quanto eu posso ajudar a minha comunidade e transformar a realidade local e também contribuir com a melhoria de serviços eletrônicos”, afirma.


Artigos Relacionados