Abandono de escola na Vila São Sebastião aterroriza vizinhos e causa prejuízo

Prefeito se diz "amigo" do governador, mas Nadeide continua sendo foco de marginais

Postado em: em Política

A escola estadual "Nadeide Scarabuci", que por anos foi referência em educação para os estudantes da Vila São Sebastião, está fechada desde o ano passado por decisão da Secretaria Estadual de Educação.

Além da perda no aspecto educacional, o fechamento causou também um problema social, uma vez que o prédio não foi aproveitado pelo Estado para outras finalidades e está totalmente abandonado.

Desde então, os problemas vêm se acumulando. Moradores de rua chegaram a ocupar o espaço, que também é muito frequentado por usuários de álcool e de entorpecentes, que o utilizam como abrigo.

Na última semana, ladrões invadiram o prédio para roubar fiação elétrica. Durante o ato criminoso, causaram um apagão, que atingiu diversas residências e estabelecimentos comerciais próximos. A população reclama e pede ajuda.

"O comércio ficou todo parado em volta devido a um curto da fiação que roubaram dessa escola abandonada. Essa escola está causando viu? Alguém nos ajude", disse o comerciante Tony Ramos.

A situação reflete a falta de atenção do governo do Estado e a inércia do prefeito Gilson de Souza (DEM), que vai constantemente a São Paulo, mas, aparentemente, não colocou ainda o assunto em discussão com a Secretaria Estadual de Educação. Se colocou, guardou para si.

Gilson não se cansa de falar que é amigo pessoal de Alckmin. Só falta demonstrar agora que há também respeito recíproco para que os problemas de Franca sejam vistos com mais atenção pelo Estado e soluções possam ser encontradas. Em respeito aos francanos e aos cofres públicos, lesados com a falta de utilização do espaço.


Artigos Relacionados