60% dos que procuram ajuda já tem câncer de próstata muito avançado

Uma das queixas deles, segundo a pesquisa, é que consideram constrangedor a visita ao médico

Postado em: em Saúde

De acordo com o levantamento feito pelo Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo, 60% dos pacientes chegam ao serviço com o câncer de próstata em estágio avançado.

Uma das queixas deles, segundo a pesquisa, é que consideram constrangedor a visita ao médico, por isso só aparecem quando têm algum sintoma.

Para o médico urologista e coordenador do Centro, Joaquim Claro, a prevenção sempre será a melhor forma de combater o desenvolvimento da doença.

“Os check-ups devem ser feitos regularmente. Nós sempre salientamos isso, pois, com a idade, o corpo requer mais cuidados e quando o médico é procurado pelo menos uma vez ao ano, o diagnóstico do câncer é bem mais eficaz”, explica.

No entanto, há exceções. É o caso do aposentado José Santos, de 73 anos, morador da cidade de Mauá, na grande São Paulo. Ele estava em um dos exames periódicos quando o médico o alertou sobre a doença.

“Ele me explicou que ir bem cedo foi fundamental”, contou José, que já presenciou outro paciente se recusar a fazer o exame de toque por alegar constrangimento. “Eu acho isso uma ignorância. Se for por vergonha, vergonha passa. Deixa a de lado e faça os exames porque é muito importante”, alerta.


Artigos Relacionados