5 Nutrientes básicos para a sua alimentação

Postado em: - Atualizado em:

Você conhece os nutrientes básicos que devem ser consumidos regularmente?

Infelizmente, nós brasileiros não temos uma alimentação rica em micronutrientes essenciais para o bom funcionamento das funções vitais do organismo. Sim, vou falar de nutrientes básicos para o sistema metabólico.

Isso significa que você deve consumi-los com certa frequência para que seu corpo funcione como deve. Caso contrário, você abre margem para doenças oriundas da falta deles.Os nutrientes listados abaixo são alguns dos principais, embora existam muitos outros.

  • Vitamina D

Não faz parte da dieta, mas este nutriente é responsável por entre 8% a 10% dos genes do corpo humano.

Embora não seja o único influenciador, a vitamina D tem potencial para afetar positivamente cerca de 2 mil genes. Portanto, sua falta prejudica muito o organismo.

Hoje, a maioria das pessoas tem poucos níveis dessa substância no sangue.

Ressalto que estar com os níveis dentro da normalidade, quando atestado por exames, não é suficiente.

Quando a vitamina D está em níveis mais altos, as chances de desenvolver câncer, obesidade, doenças degenerativas, diabetes, doenças cardiovasculares e outras doenças relacionadas ao processo de envelhecimento diminuem consideravelmente.

Para que o corpo possa sintetizar a Vitamina D, basta a exposição solar durante 20 minutos por dia. A vitamina D protege e e alavanca muitos processos no organismo. Falo mais sobre este nutriente neste artigo.

  • Iodo

Devido às mudanças na alimentação se compararmos com as gerações anteriores, atualmente o consumo desse que é um dos nutrientes básicos para o organismo humano caiu pela metade.

Em média, 60% do iodo que ingerimos fica armazenado na glândula tireóide, responsável pelo controle dos processos metabólicos do corpo. A deficiência dessa substância causa sintomas como depressão, frustração, baixo nível de percepção e aumenta a chance de parto de natimorto em gestantes.

O iodo está presente no sal iodado, nos peixes de águas profundas e em algas marinhas marrons. Vegetais como acelga, alho, abobrinha e nabo verde também são boas fontes de iodo.

  • Cálcio

O primeiro alimento que associamos ao consumo de cálcio é o leite. No entanto, devido a fatores inflamatórios, não é o que recomendo. Este nutriente básico para o bom funcionamento do organismo pode ser encontrado em verduras como brócolis, couve, repolho, rúcula e espinafre. Outras boas fontes de cálcio são os ovos, o grão de bico e a sardinha.

Trata-se de uma substância fundamental para a formação de ossos e dentes, ajuda na coagulação sanguínea e é muito importante para o desenvolvimento das crianças. Sua deficiência causa danos ósseos e musculares.

  • Magnésio

O magnésio atua em mais de 300 processos do organismo. Além de beneficiar o cérebro e os músculos, protege contra a arritmia cardíaca e regula os níveis de açúcar do sangue. Pode ser encontrado no espinafre, na castanha do Pará, nas sementes de abóbora, nas amêndoas e no abacate.

  • Ômega 3

Este nutriente básico para a dieta ajuda a diminuir os níveis de triglicerídeos e favorece o colesterol HDL, o qual é também conhecido por “colesterol bom”. Os processos alérgicos e inflamatórios também são curados com mais rapidez quando o ômega 3 é consumido com regularidade.

Você encontra esse nutriente em peixes como atum, salmão e sardinha, de preferência que não sejam fritos para que suas propriedades nutricionais permaneçam. Chia, linhaça e nozes também são boas fontes de ômega 3.

Espero que este artigo tenha te ajudado na busca por uma vida mais longa e com mais qualidade. Isso significa que você está está interessado em manter e melhorar sua saúde.


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras